O Erasmus+ é o programa da UE para a educação, formação, juventude e desporto. O programa Erasmus+, que se prolonga até 2020, resulta da fusão de sete programas anteriores e alarga as oportunidades a uma grande variedade de pessoas e organizações.

O Erasmus+ apoia missões de formação em organizações de educação de adultos no estrangeiro. Estas atividades podem ser cursos estruturados, períodos de formação no estrangeiro, períodos de acompanhamento no posto de trabalho/observação em escolas ou noutras organizações relevantes.

2019

Código do Projeto: 2019-1-PT01-KA104-060215

Nome: Mina de Ciência – Comunicar Ciência nos Extremos

Relevância do Projeto: O Projeto “Mina de Ciência – Comunicar Ciência nos Extremos” pretende capacitar a equipa de inovadoras ferramentas de comunicação de ciência e património e assim melhorar e alargar a sua oferta de atividades para aproximar públicos de diferentes faixas etárias: jovens e seniores. A participação da equipa em cursos estruturados de formação incrementará as suas competências, motivação e ferramentas para trabalhar também com público com necessidades educativas especiais.”

2018

Código do Projeto: 2018-1-PT01-KA104-047068

Nome: Mina de Ciência – Explorar Recursos Educativos

Relevância do Projeto: “Aumento de competências e desenvolvimento profissional do pessoal da organização proponente. A ACCVL em três eixos de atuação junto dos diferentes públicos-alvo, entre os quais as populações adultas: Comunicação de ciência, valorização de património cultural e de património natural.”

2017

Código do Projeto: 2017-1-PT01-KA104-035302

Nome: M.I.N.A. – Motivar, Incluir, Naturalmente Atrair

Relevância do Projeto: “A proposta oferece oportunidades de formação adequadas para o desenvolvimento de conhecimento profissional e competências das pessoas envolvidas, dado que poderá relacionar os resultados esperados de aprendizagem dos participantes, em função das necessidades identificadas”.

A Linha de apoio ao turismo acessível teve por objetivo o apoio a projetos relacionados com a adaptação física de espaços públicos, de recursos e de serviços de interesse turístico a pessoas com necessidades específicas, temporárias ou permanentes, de modo a garantir um acolhimento inclusivo a todos os turistas.

2019

Foi aprovada, em 2019, a candidatura da ACCVL intitulada MINA D’ABRAÇOS, no âmbito da linha de Apoio ao Turismo Acessível, promovido pelo Turismo de Portugal.

Esta linha de financiamento visa promover a contínua qualificação dos destinos através da regeneração, requalificação e reabilitação dos espaços públicos com interesse para o turismo e da valorização do património cultural e natural do país.

2019

ALIMAR

Projeto no âmbito do Programa Fundo Azul, cujo promotor é o Centro Ciência Viva de Tavira. A ACCVL constitui-se parceira, com atividades de limpeza de Praias, aquisição e montagem de um equipamento de reciclagem de plásticos, a ser instalado no CCVLousal.

MAR AZUL: Comunicar para Envolver e Educar

Projeto no âmbito do Programa Fundo Azul, cujo promotor é o Centro Ciência Viva de Aveiro. A ACCVL constitui-se parceira com atividades de sensibilização e educação ambiental. As atividades irão decorrer dentro de portas, através de Palestras e Workshops, bem como nas Praias de Sines e Grândola, associando as atividades no âmbito da Bandeira Azul.

2019

O projeto LIFERIBERMINE “Fluvial freshwater habitat recovery through geomorphic-based mine ecological restoration in Iberian Peninsula” (LIFE18 ENV/ES/000181)>, tem uma duração prevista de 4 anos e meio (Setembro de 2019 até Março de 2024) e um período de continuidade AFTER-LIFE de cinco anos.

O LIFE RIBERMINE baseia-se numa abordagem multidisciplinar, em áreas afetadas por atividades de mineração na Península Ibérica, onde que se combinam técnicas pioneiras de restauração geomorfológica (GeoFluv-Natural Regrade e Talus ROYAL®) com modelos de evolução da paisagem (SIBERIA) e revegetação com espécies autóctones. Pretende-se fomentar uma recuperação ambiental completa, com recriação das paisagens originais e que tenha impactos positivos nos solos, na despoluição das águas contaminadas e na qualidade dos habitats fluviais.

 
Saiba mais